Cabelo, como podemos eliminar o frizz?

13 Sep

Cabelo, como podemos eliminar o frizz?

  Uncategorized via102

Diz-Se que o nosso cartão de visita são as mãos e o cabelo e algo de verdade há nisso. Quando se vê alguém com o cabelo bem cuidado e bonito, de imediato, pensa que deve ser uma pessoa que se cuida (que nem sempre é assim, mas muitas vezes sim). Embora, às vezes, por mais que tentemos nosso cabelo parece não ter remédio e ser indomável. O frizz faz com que muitas mulheres acabem com os nervos de ponta tentando conseguir controlar o seu cabelo. Sobretudo nesses dias loucos em que há mudanças repentinas no tempo e passa a ter um sol radiante, a chuva e a umidade que torna o nosso cabelo mais “selvagem” do que nunca.

E o verão também não costuma ser o melhor aliado para a nossa cabeleira com a combinação de sal do mar, o vento, o sol… o nosso cabelo sofre uma agressão muito forte nesta época do ano. Como podemos resolver? Só temos que tomar algumas precauções para conseguir domar o cabelo… ou pelo menos mantê-lo à distância!
5 estratégias anti-frizz
1. Shampoo de glicerina.

Não utilize um shampoo qualquer um. Antes de comprar um note que encabeça a lista de ingredientes da glicerina, já que penetra no cabelo e proporciona hidratação do interior. Além disso, protege-cria uma “camada externa”, como se revistiera o cabelo.
2. Máscaras e condicionadores.

É essencial manter um cuidar do nosso cabelo do mesmo modo que fazemos com a pele do rosto. Às vezes, um shampoo e um condicionador podem não ser suficientes para mantê-lo em ordem, especialmente se há uma certa tendência para o cabelo frisado. Nestes casos, o que necessita o nosso cabelo de forma urgente e contínua? Pois o mesmo que a pele, hidratação e nutrição. Para isso, o melhor é usar máscaras que hidraten em profundidade e que sejam nutritivas, sobretudo as que se destinam a cabelos danificados e frágeis.
Pode ser usado no cabelo úmido, aplicando-a durante alguns minutos imediatamente após o shampoo. Mas também é muito bom usá-lo antes de escovar o cabelo com o shampoo, seja com o cabelo seco ou úmido.
Também há que se lembrar que quanto mais tempo você deixar o produto agir mais eficaz será. De fato, o ideal é manter a máscara durante toda a noite e lave-o com shampoo de glicerina, pela manhã. Neste caso, há que se lembrar que se deve envolver o cabelo com uma touca ou com uma toalha para não sujar a fronha de almofada, quando o sono.
Prefere produtos naturais? Umedecer os cabelos com água e aplique um cataplasma composto de óleos naturais. Eu recomendo o óleo de coco e de argan!
3. S. O. S de queratina.

A queratina é uma proteína filamentosa que se encontra em resíduos de aminoácidos da cistina, e é um dos elementos essenciais que formam nossos cabelos. A queratina mantém a água no cabelo, conseguindo, assim, um nível adequado de hidratação. Se a queratina que temos não está em condições é quando o cabelo parece seco e danificado, o que normalmente se conhece como efeito frisado.
Hoje em dia os tratamentos mais avançados de queratina conseguem reconstruir a queratina do nosso cabelo e restabelecer esse equilíbrio, devolvendo ao cabelo todos os aminoácidos e óleos essenciais de que precisa para ser saudável e hidratado.
Este efeito de “rejuvenescimento” pode durar de 2 a 5 meses, dependendo da estrutura do cabelo. O preço pode variar de um lugar para outro, mesmo que ronda entre os 100 e os 350 euros por sessão. Mas há que ter muito cuidado e se certificar de que não se faz um tratamento químico. Pergunta bem primeiro e verifica que o tratamento não é feito à base de formaldeído, substância incluída na lista de agentes cancerígenos da IARC (Agência Internacional para Pesquisa sobre o câncer).
4. A prensa a vapor.

Este tipo de ferro está equipada com um pequeno depósito em que se inserem os líquidos que queremos que o nosso cabelo absorva, como por exemplo, produtos específicos de styling, produtos nutritivos e/ou reconstituem, ou simplesmente água destilada. Ideal para cabelos com frizz.
No mercado estão disponíveis com várias marcas e preços, desde os profissionais aos que oferecem um “uso doméstico”.
A verdade é que dá resultados muito bons mesmo nesses dias de umidade e ar que tanto amedrontam as pessoas com cabelo frisado.
5. Olho à escova.

A escolha da escova é fundamental para combater o frizz. Há que evitar o uso de escovas de plástico e escolher os que têm cerdas de javali ou sejam de madeira.
O outro truque? Melhor não se cepilles o cabelo quando está molhado, ou pelo menos, tenta ser o mais sensível possível. Lembre-se que se você fizer isso logo após a lavagem, o cabelo tende a quebrar mais facilmente!