Por que nos picam os ouvidos e como podemos evitálo?

28 Aug    Uncategorized via102
Aug 28

Por que nos picam os ouvidos e como podemos evitálo?

Muitas vezes, essa descamação nos a nós mesmos provocamos ao introduzir objetos no ouvido para rascarnos quando nos pica ou para limpar as orelhas, como os típicos cotonetes.

As consultas dos otrorrinolaringólogos estão cheias de pessoas que vão para tentar encontrar uma solução para este problema tão chato e que, além disso, se cronifica.

A coceira nos ouvidos é muito mais frequente e irritante do que possamos imaginar. De fato, chega a incomodar tanto que as pessoas acabam por recorrer a um otorrinolaringologista para que os observar e lhes de algum tipo de tratamento para acabar com esse ardor. Além disso, há que se lembrar que é um tipo de patologia que sempre volta porque é crônico. Trata-Se de um eczema muito comum chamado eczema óptico.

Um dos problemas do que costuma ser acompanhado é que as pessoas, por tentar aliviar a coceira, a qualquer custo, se mete no ouvido qualquer objeto que, nesse momento, possa acalmar essa sensação e parar de coçar. Embora, em princípio, a pessoa se sentir mais aliviada, mas isso ainda faz com que se acenda mais e volte a cortar de novo. Pior ainda se estiver associado a um tipo de eczema por dermatite atópica ou seborréica, psoríase ou até mesmo acne. Por isso, é importante que não uso qualquer coisa para rascarnos ou limpar os ouvidos e que, além disso, vamos manter essa limpeza de forma habitual. O mais aconselhável é usar os sprays auditivos para não machucar o canal.

Há que ter em conta que o fato de mexer qualquer coisa no ouvido provoca uma abrasão, e isso faz com que a pele do canal auditivo fique muito mais magro e se descame, o que pode fazer com que ele se torne em um problema crônico. É mais, se acumulam restos de pele e substâncias que causam infecções e fungos no ouvido.

Geralmente, alguns dos sintomas que todos têm é uma coceira muito forte, a zona do canal é vermelha e torna-se seca e com descamaciones. Às vezes pode chegar até mesmo a doer e infiltrar-pus ou sangue. Tudo isso faz com que a pessoa que sofra esteja desconfortável e irritado. E pode vir a influenciar a qualidade de vida e no rendimento escolar ou no trabalho, pois faz com que as pessoas não possam se concentrar e relaxar mal porque lhes custa adormecer. Há quem até mesmo acabam tendo episódios de ansiedade.

O que há que fazer? Manter uma boa limpeza dos ouvidos e trazê-los sempre bem hidratados. Recomenda-Se o uso de óleos essenciais para manter uma hidratação adequada do canal auditivo, além de ajudar a restaurar a pele e reduzir a inflamação. Para a limpeza já foi comentado que o melhor é o uso de sprays especiais para esta área.

É importante também ter em conta que não devemos empregar bastoncillos para realizar a limpeza auditiva. Também são abrasivos e, mais ainda, em casos de eczema óptico.

Nos casos severos, são utilizados esteróides, mas isso já deve diagnosticarlo e recetarlo o médico. De fato, desde que se tenha um comichão de ouvido recorrente é aconselhável recorrer a um especialista para que olhe a gravidade da situação e para que nos dê o tratamento adequado em cada caso.