Perigos da depilação a laser

perigos da depilação a laser
Feb 11

Perigos da depilação a laser

A depilação a laser é uma grande aliada para ter pele lisa e livre dos pelos por muito mais tempo. Mas, muitos se esquecem que esse método de depilação também possui alguns perigos.

Entenda, neste artigo, como a depilação a laser funciona e quais são os perigos que ela pode oferecer para quem investe nesse método de remoção de pelos.

 

Depilação a laser como funciona

A luz emitida pelo aparelho de depilação a laser gera uma energia aquecida que destrói o pelo e retarda seu crescimento. Essa energia é atraída pela melanina, que está presente tanto no pelo quanto na pele.

É justamente por isso que o método funciona melhor em pelos escuros (que têm mais melanina), porque eles conseguem absorver melhor a luz, entregando melhores resultados na depilação.

 

Perigos do laser

Esse mecanismo de ação do laser faz com que o procedimento apresente perigos específicos. Abaixo, listamos os com maior incidência:

 

  • Manchas na pele

A luz do laser é atraída pela melanina e pessoas bronzeadas, morenas e negras possuem maior concentração dessa substância na pele. É aí que está o problema: o laser pode confundir a pele com o pelo, provocando manchas escurecidas por sua superfície.

 

  • Queimaduras na área de aplicação

As queimaduras também são comuns em pele bronzeada, morena e negra, por conta do maior índice de melanina. Elas resultam em vermelhidão, bolhas, escamações e, muitas vezes, deixa manchas escuras ou claras.

 

  • Dor e sensação de queimação

A depilação a laser pode provocar uma leve sensação de queimação e dor. O problema é que algumas pessoas são mais sensíveis, o que pode intensificar esses sintomas.

No entanto, é importante ressaltar que isso só ocorre durante a aplicação do laser. Depois, o máximo que se tem é pele avermelhada e irritada, reações que desaparecem após algumas horas da sessão de depilação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *