Diarreia, o que podemos comer e o que não?

Sep 26

Diarreia, o que podemos comer e o que não?

Para controlar a diarreia e evitar eventuais incómodos, ou que se agrave, é muito importante manter uma dieta adequada.
Se seguirmos uma dieta correta afim ao problema que sofremos é muito mais fácil resolver o problema e evitar que vá a mais. Mas devemos ter cuidado com os falsos mitos. Neste artigo eu falarei tanto da dieta como os mitos.

Em primeiro lugar, é bom esclarecer o que se entende por “diarreia”. Por exemplo, se temos um depoimento isolado de fezes semi-sólidas ou líquidas, mesmo se acompanhada de dor de estômago, não se pode definir como a diarreia. A diarreia , de fato, caracteriza-se por evacuações freqüentes (pelo menos, quatro ou cinco vezes ao dia) de fezes líquidas.
Se você quiser você pode saber mais sobre a diarreia lendo o artigo…
– Diarréia: quando se dá e como tratá-la.
Também é bom saber que, em qualquer de suas formas (aguda, crônica ou recorrente) não pode ser considerada uma doença, mas apenas um sintoma. Portanto, para poder curá-la é necessário investigar as causas subjacentes e fazer frente com tratamento a estas causas.
Muitas vezes, sobretudo no caso das formas agudas de diarreia, a causa mais frequente é uma infecção bacteriana ou viral, mas não é a única. Outras tantas vezes, se dá por culpa de ter comido um alimento em mau estado ou até mesmo de ter alergia ou intolerância a certos alimentos.
O stress pode ter um efeito negativo em nossos intestinos e fazer com que padezcamos diarréia.
Há casos em que a causa vem dada por tomar outro tipo de medicamentos, por exemplo, um caso muito comum é quando alguém toma antibióticos. Nestes casos, os antibióticos matam tanto para bactérias ruins como boas, e por isso se recomenda que, sempre que se tomem antibióticos são tomadas cada vez suplementos com bactérias boas para evitar a diarréia.
Além disso, geralmente, a forma mais comum de diarreia costuma ser de curta duração e se você seguir uma dieta adequada, mais as bactérias boas resolve o problema muito antes de que se não se faz nenhuma dessas coisas.
Comprar apoxlac para diarreia
Quanto à dieta, a primeira coisa a observar é o consumo de líquidos! Sobretudo em crianças e idosos, mas também em adultos. A desidratação em caso de diarreia é muito comum e por isso muitas vezes nos sentimos enfraquecidos e sem vontade de nada, quando temos diarreia. A perda excessiva de líquidos em caso de padecer de episódios de diarreia persistentes (mais de três ou quatro dias), pode causar distúrbios mesmo graves. Por isso sempre é necessário beber muita água. É mais, não água e secas, mas água com eletrólitos e minerais, o que é conhecido como soro oral.
Mas cuidado que nem todas as bebidas valem a pena. O álcool, bebidas com cafeína, chá ou bebidas como os refrigerantes (Coca-cola, por exemplo) não devem ser consumidas em caso de diarreia. A parte de desidratar (embora pareça contraditório, porque se trata de bebidas), são irritantes para o intestino e piorando a situação.
Além disso, também não é aconselhável beber como loucos em grandes quantidades. Há que ir bebendo pouco a pouco, em pequenos goles. Se bebemos muita quantidade de golpe se dilata a parede intestinal, pois é incapaz de absorver tanto líquido junto e deve expulsar o que sobra. No entanto, se vai bebendo aos goles, embora nos beber 2 litros de água por dia, o corpo tenha tempo de absorver esse líquido através da mucosa intestinal e hidratar o líquido que perdemos com a diarreia.
Alimentos que podemos comer…
– Diarreia ou prisão de ventre: alimentos que podemos comer em cada caso
Quanto à comida, não há porque ficar com medo. Temos muito por onde escolher. Ainda sim, é verdade que é recomendável que, durante 24 horas sem comer nada. A certeza de que o corpo humano está preparado para suportar um dia sem comida.
Quais Alimentos são Adequados para Parar… por compartircosasbuenas
Vejamos, entre o que podemos comer encontramos alimentos como pão branco tostado, pão branco sem miolo, biscoitos e massas de farinha branca, 00, arroz, grãos – carnes magras (carne bovina, frango, carne, etc.), peixe grelhado ou distância, queijo fresco, queijo sem fermentar ( mussarela, robiola…), presunto desengordurados (cozido ou cru) – cenouras, alfaces, batatas, espinafre (melhor legumes cozidos ) – damasco, abacaxi, banana, limão, maçãs, pêssegos, toranjas… É dizer, que temos variedade para escolher e vamos manter uma dieta equilibrada, sem problema.
Quanto aos temperos, o melhor é usar somente óleo de oliva extra-virgem e com moderação.
Se você está procurando remédios naturais para manter a ralla a diarreia vos aconselho a ler o artigo.
– 8 Remédios naturais contra a diarreia

Alimentos que devemos evitar…
O que não se deve comer todos os alimentos ricos em fibras vegetais, pois estes aceleram o trânsito intestinal e o esvaziamento. Ou seja, nada de pão integral, pão ralado branco, legumes e produtos hortícolas crus (brócolis, alcachofra, couve, grão de bico, brócolis, cebola, feijão, favas, lentilhas, ervilhas, feijão, nabos, aipo…).
Também não convém comer alimentos muito gordurosos ou fermentados, como batatas fritas, cremes, ou aliementos com aromatizantes porque irritam os intestinos. Nada de queijos fermentados, carnes e salsichas picantes, toucinho, banha de porco, ovos fritos (frituras em geral), molhos picantes, como mostarda, especiarias… abacate, caqui, coco, tâmaras, figos, morangos, nozes, framboesas, amoras, amêndoas, avelãs, nozes, nozes, pêras, ameixas, groselhas, uva, creme ou chocolate.

Verdades e mitos…
Vejamos agora algumas das coisas que se comentam e discernamos entre verdades e mitos…
Muitas pessoas acreditam que para combater a diarreia, uma “dieta branca” é o melhor. Mas isso é realmente verdade?. As opiniões dos especialistas, neste sentido, são bem mais variadas, devido a que nem todos têm a mesma opinião sobre os componentes que podem compor a faixa.
Se entendemos como a dieta branca aquela em que se come sopa de frango, macarrão com manteiga, e talvez um copo de leite, a diarreia não melhorará.
No entanto, se comemos arroz cozido bem cozido (e não muito drenado) libera o almidóndel arroz que tem função adstringente, então comemos carne branca do tipo vaca, frango ou peru feitas no vapor, e acompanhada de legumes como cenouras cozidas, tudo com um pouco de azeite, uma pitada de sal e o suco de limão, então a dieta branca sim será uma ajuda segura contra a diarreia.
O chá de limão é aconselhável nestes casos?. Pois a verdade é que não, porque pode irritar as mucosas intestinais e, além disso, ao tomá-lo quente, o que piora a inflamação intestinal, que costuma aparecer em casos de diarreia. Então é melhor evitá-lo. É um mito que se deve tentar não fazer.
Mas, por contra, o suco de limão, sim serve, neste caso, tem a atividade reguladora das funções intestinais e não irrita as mucosas.
Comprar Lactozyme (diarréia, prisão de ventre, desintoxicação…)
O que há de probióticos.,, Outra questão controversa há referência a alguns probióticos a base de leite que contêm bactérias boas. A ver, já vos disse antes, que se deve consumir as bactérias boas, mas o problema dos iogurtes é que muitas das bactérias morrem na passagem da boca para o intestino, assim não servem para estes casos. No entanto, podemos comprar suplementos de bactérias que têm efeitos benéficos em doenças como a diarréia.
Além disso, lembre-se que a diarreia não se deve consumir leite! Iogurtes sim, mas melhor quando tiver passado a fase aguda da diarréia.
Os medicamentos que agem bloqueando a motilidade intestinal devem ser evitados na medida do possível, por mais que a gente seja o que sempre deseja obter em farmácias para travar a diarreia…. Lembre-se que não apenas trava a motilidade intestinal, mas também a eliminação de bactérias e toxinas. Ou seja, se é uma causa bacteriana, o que faremos é fazer com que as bactérias fiquem no intestino, em vez de eliminá-los.
Outro mito é o tema de antibióticos. Não é porque razão as pessoas associa toda a infecções ou pensam que têm que tenham resolve tomar algum antibiótico. De verdade, esta crença popular é digno de estudo…
Eu já disse antes, mas eu insisto, os antibióticos eliminam (matam) todos os microorganismos presentes no intestino, sejam os agentes patogénicos (bactérias ruins que causam a diarreia), como as boas, as bactérias que nos protegem e que precisamos em nossa flora intestina. O equilíbrio fisiológico da nossa flora bacteriana intestinal se vê comprometido com a toma de antibióticos, e isso pode agravar a situação. Isso não significa que às vezes tenhamos que tomar antibióticos, mas apenas quando necessário e assim o determina o médico, que seria no caso de infecções graves em que se identifica a bactéria que causa a diarreia e em que é estabelecido pelo médico. Nunca sem visita, controle ou receita médica!